#application Instagram Photos & Videos

application - 698424 posts

Latest Instagram Posts

  • fac.advocacia - Fac.advocacia @fac.advocacia 12 minutes ago
  • #Repost @brasildefato with @get_repost
・・・
#uberização | Esta semana, Thiago Dias, 33, morreu após sentir fortes dores de cabeça enquanto trabalhava como entregador pela #Rappi. A causa da morte foi um AVC (acidente vascular cerebral). Segundo informações da reportagem da Folha de S. Paulo, a Rappi não prestou socorros ao entregador e o #Samu não chegou, mesmo após 1h30 de espera na calçada onde fez sua última entrega. O #motoboy ainda teve o socorro negado por um motorista do #Uber, que cancelou a corrida porque o passageiro, já acompanhado da irmã, estava com urina nas roupas, que sujariam seu carro.

Quase quatro milhões de trabalhadores #autônomos utilizam hoje as plataformas de entregas como fonte de renda. Uma reportagem realizada pelo Estadão mostrou que os #aplicativos de serviços como Uber, #99taxi, #iFood e Rappi se tornaram os maiores “empregadores” do País. 
Em entrevista ao #BrasildeFato, o professor de sociologia do trabalho da #Unicamp, Ricardo Antunes, comentou as relações trabalhistas no Brasil. "Se a classe trabalhadora, os movimentos sindicais, sociais e os partidos de esquerda não desenharem um outro modo de vida, daqui a dez anos eu vou dizer 'está muito pior'. Ele identifica três processos atuais que estão devastando as #legislações do trabalho: o decreto liberando a #terceirização praticamente total, a #reformatrabalhista de 2017 e a terceirização permitida no setor público.

#Trabalho #Emprego #Informação #Brasil #App #Application #Delivery #repost @brasildefato with @get_repost ・・・ #uberização | Esta semana, Thiago Dias, 33, morreu após sentir fortes dores de cabeça enquanto trabalhava como entregador pela #rappi. A causa da morte foi um AVC (acidente vascular cerebral). Segundo informações da reportagem da Folha de S. Paulo, a Rappi não prestou socorros ao entregador e o #samu não chegou, mesmo após 1h30 de espera na calçada onde fez sua última entrega. O #motoboy ainda teve o socorro negado por um motorista do #uber, que cancelou a corrida porque o passageiro, já acompanhado da irmã, estava com urina nas roupas, que sujariam seu carro. Quase quatro milhões de trabalhadores #autônomos utilizam hoje as plataformas de entregas como fonte de renda. Uma reportagem realizada pelo Estadão mostrou que os #aplicativos de serviços como Uber, #99taxi, #ifood e Rappi se tornaram os maiores “empregadores” do País. Em entrevista ao #brasildefato, o professor de sociologia do trabalho da #unicamp, Ricardo Antunes, comentou as relações trabalhistas no Brasil. "Se a classe trabalhadora, os movimentos sindicais, sociais e os partidos de esquerda não desenharem um outro modo de vida, daqui a dez anos eu vou dizer 'está muito pior'. Ele identifica três processos atuais que estão devastando as #legislações do trabalho: o decreto liberando a #terceirização praticamente total, a #reformatrabalhista de 2017 e a terceirização permitida no setor público. #trabalho #emprego #informação #brasil #app #application #delivery
  • #repost @brasildefato with @get_repost ・・・ #uberização | Esta semana, Thiago Dias, 33, morreu após sentir fortes dores de cabeça enquanto trabalhava como entregador pela #rappi. A causa da morte foi um AVC (acidente vascular cerebral). Segundo informações da reportagem da Folha de S. Paulo, a Rappi não prestou socorros ao entregador e o #samu não chegou, mesmo após 1h30 de espera na calçada onde fez sua última entrega. O #motoboy ainda teve o socorro negado por um motorista do #uber, que cancelou a corrida porque o passageiro, já acompanhado da irmã, estava com urina nas roupas, que sujariam seu carro. Quase quatro milhões de trabalhadores #autônomos utilizam hoje as plataformas de entregas como fonte de renda. Uma reportagem realizada pelo Estadão mostrou que os #aplicativos de serviços como Uber, #99taxi, #ifood e Rappi se tornaram os maiores “empregadores” do País. Em entrevista ao #brasildefato, o professor de sociologia do trabalho da #unicamp, Ricardo Antunes, comentou as relações trabalhistas no Brasil. "Se a classe trabalhadora, os movimentos sindicais, sociais e os partidos de esquerda não desenharem um outro modo de vida, daqui a dez anos eu vou dizer 'está muito pior'. Ele identifica três processos atuais que estão devastando as #legislações do trabalho: o decreto liberando a #terceirização praticamente total, a #reformatrabalhista de 2017 e a terceirização permitida no setor público. #trabalho #emprego #informação #brasil #app #application #delivery
  • 7 0