#curitiba Instagram Photos & Videos

curitiba - 5977278 posts

Latest Instagram Posts

  • jackehelud - Jacke Helud @jackehelud 13 minutes ago
  • *EU TIVE DEPRSSÃO* #setembroamarelo .
Em dias como hoje, digamos um pouco raro nessas terras cariocas rs, eu me lembro muiiito da minha #curitiba mas ao mesmo tempo lembro de uma época que passei os dias mais difíceis da minha vida.
.
Quando engravidei da minha filha comecei a ter varias crises de ansiedade ( que até então eu não sabia que era isso) batia cartão na emergência achando que era algo da gravidez, ficar com aquele soro na veia era desesperador, ficar parada me dava uma sensação de sufocamento. Por estar grávida não pude tomar calmantes, eu literalmente tinha que me controlar, respirar, e lembrar a todo momento que eu estava gerando uma vida dentro de mim, e isso me fazia chorar demais, pq eu não conseguia sentir felicidade só muita angústia, desespero e culpa.
.
Em mais um dia na emergência uma médica chegou e falou: seu problema não é a gravidez, vou te encaminhar ao psiquiatra. Entrei em pânico, pra mim era muito louco isso, eu sempre ouvi que “depressão é algo de quem não tem o que fazer! Síndrome do pânico? Isso não existe!” Como eu iria explicar o que estava acontecendo comigo? Ninguém entenderia.
.
Foram meses de remédios manipulados, por conta da gravidez, e uma gestação inteira de cama a base de remédios pelo risco de perder minha filha.
.
Ela nasceu, eu senti toda alegria do mundo, mas meu quadro psíquico em nada mudou. E começou outra caminhada...
.
Tive crises seríssimas de ansiedade, por focar em tudo que eu não conseguia resolver, eu havia abandonado minha carreira profissional achando que eu tinha obrigação de cuidar dos meus filhos já que eu tinha condições de ficar em casa.
.
Mas essa decisão me matou aos poucos, até que cheguei nesse estágio de angústia e muitas crises de ansiedade. Eu literalmente deixei de lado o que me movia, a carreira que eu sempre quis construir.
.
Foi uma longa jornada até aceitar os remédios, mas naquele momento entendi que eu precisava deles.
.
Eu quero muiiiito que vocês que me seguem e passam por isso saibam que é possível sair, mas você precisa olhar para o que deixou pra trás, onde foi o Start e retomar aos pouco o que te dá prazer.
Marque pessoas aqui!
Depressão é sério e é silenciosa!!! *EU TIVE DEPRSSÃO* #setembroamarelo . Em dias como hoje, digamos um pouco raro nessas terras cariocas rs, eu me lembro muiiito da minha #curitiba mas ao mesmo tempo lembro de uma época que passei os dias mais difíceis da minha vida. . Quando engravidei da minha filha comecei a ter varias crises de ansiedade ( que até então eu não sabia que era isso) batia cartão na emergência achando que era algo da gravidez, ficar com aquele soro na veia era desesperador, ficar parada me dava uma sensação de sufocamento. Por estar grávida não pude tomar calmantes, eu literalmente tinha que me controlar, respirar, e lembrar a todo momento que eu estava gerando uma vida dentro de mim, e isso me fazia chorar demais, pq eu não conseguia sentir felicidade só muita angústia, desespero e culpa. . Em mais um dia na emergência uma médica chegou e falou: seu problema não é a gravidez, vou te encaminhar ao psiquiatra. Entrei em pânico, pra mim era muito louco isso, eu sempre ouvi que “depressão é algo de quem não tem o que fazer! Síndrome do pânico? Isso não existe!” Como eu iria explicar o que estava acontecendo comigo? Ninguém entenderia. . Foram meses de remédios manipulados, por conta da gravidez, e uma gestação inteira de cama a base de remédios pelo risco de perder minha filha. . Ela nasceu, eu senti toda alegria do mundo, mas meu quadro psíquico em nada mudou. E começou outra caminhada... . Tive crises seríssimas de ansiedade, por focar em tudo que eu não conseguia resolver, eu havia abandonado minha carreira profissional achando que eu tinha obrigação de cuidar dos meus filhos já que eu tinha condições de ficar em casa. . Mas essa decisão me matou aos poucos, até que cheguei nesse estágio de angústia e muitas crises de ansiedade. Eu literalmente deixei de lado o que me movia, a carreira que eu sempre quis construir. . Foi uma longa jornada até aceitar os remédios, mas naquele momento entendi que eu precisava deles. . Eu quero muiiiito que vocês que me seguem e passam por isso saibam que é possível sair, mas você precisa olhar para o que deixou pra trás, onde foi o Start e retomar aos pouco o que te dá prazer. Marque pessoas aqui! Depressão é sério e é silenciosa!!!
  • *EU TIVE DEPRSSÃO* #setembroamarelo . Em dias como hoje, digamos um pouco raro nessas terras cariocas rs, eu me lembro muiiito da minha #curitiba mas ao mesmo tempo lembro de uma época que passei os dias mais difíceis da minha vida. . Quando engravidei da minha filha comecei a ter varias crises de ansiedade ( que até então eu não sabia que era isso) batia cartão na emergência achando que era algo da gravidez, ficar com aquele soro na veia era desesperador, ficar parada me dava uma sensação de sufocamento. Por estar grávida não pude tomar calmantes, eu literalmente tinha que me controlar, respirar, e lembrar a todo momento que eu estava gerando uma vida dentro de mim, e isso me fazia chorar demais, pq eu não conseguia sentir felicidade só muita angústia, desespero e culpa. . Em mais um dia na emergência uma médica chegou e falou: seu problema não é a gravidez, vou te encaminhar ao psiquiatra. Entrei em pânico, pra mim era muito louco isso, eu sempre ouvi que “depressão é algo de quem não tem o que fazer! Síndrome do pânico? Isso não existe!” Como eu iria explicar o que estava acontecendo comigo? Ninguém entenderia. . Foram meses de remédios manipulados, por conta da gravidez, e uma gestação inteira de cama a base de remédios pelo risco de perder minha filha. . Ela nasceu, eu senti toda alegria do mundo, mas meu quadro psíquico em nada mudou. E começou outra caminhada... . Tive crises seríssimas de ansiedade, por focar em tudo que eu não conseguia resolver, eu havia abandonado minha carreira profissional achando que eu tinha obrigação de cuidar dos meus filhos já que eu tinha condições de ficar em casa. . Mas essa decisão me matou aos poucos, até que cheguei nesse estágio de angústia e muitas crises de ansiedade. Eu literalmente deixei de lado o que me movia, a carreira que eu sempre quis construir. . Foi uma longa jornada até aceitar os remédios, mas naquele momento entendi que eu precisava deles. . Eu quero muiiiito que vocês que me seguem e passam por isso saibam que é possível sair, mas você precisa olhar para o que deixou pra trás, onde foi o Start e retomar aos pouco o que te dá prazer. Marque pessoas aqui! Depressão é sério e é silenciosa!!!
  • 20 1